Você pode configurar seu eNotas para reter automaticamente determinados impostos ou lançar uma nota fiscal com valor diferente do valor da venda.


Por exemplo, o valor da nota fiscal é o valor bruto e da fatura é o valor líquido (pós-retenções).


Existem basicamente 2 alternativas simples.



Alternativa #1 - Utilizando os Metadados com o Plugin do eNotas.


Dentro de determinados apps é possível especificar variáveis (metadados) que serão interpretadas ao recebermos suas vendas. 

Para isso, basta instalar o Plugin da eNotas em seu navegador (Google Chrome) que a extensão criará automaticamente os botões necessários em seu portal da IUGU. 


Por exemplo, se você usa a iugu, é possível especificar variáveis na fatura que mudarão o valor e certas características da nota fiscal.


Veja abaixo como fazer.


1  - Escolha o nome das variáveis que deseja utilizar


Menu Gerenciar --> Apps --> iugu/Editar --> Alterar metadados:



  



2 - Utilize as variáveis na fatura da iugu



  
#OBS: É possível também utilizar os metadados através da API da IUGU. Explicamos mais detalhes sobre esse método através do deste artigo




Alternativa #2 - Semi-automática.



Exemplo


Se você utiliza a iugu e habilitou a emissão automática após o pagamento, veja como fica:


1- Habilitar iugu + emissão automática após pagamento;


2- Fatura criada na iugu foi importada no eNotas;


3- eNotas está aguardando a fatura ser paga para emitir a nota fiscal;


4- Abra a venda (fatura) no eNotas, edite o valor da NFe para ficar com o valor bruto e marque a retenção desejada:




5
- Quando o pagamento for identificado a nota fiscal será emitida no valor bruto com a retenção de ISS habilitada.